terça-feira, outubro 23

Por que não existe profissão masculina e profissão feminina?

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

A discussão sobre a atuação das mulheres no mercado de trabalho é antiga, e muitas vezes carregada de preconceitos e construções ultrapassadas, que de certa forma ficaram enraizadas em nossa sociedade. Alguns padrões desenvolvidos historicamente fizeram crer que homens e mulheres não poderiam ocupar os mesmos cargos, devido a diferenças biológicas que os concediam habilidades distintas.

Há muito, porém, essa concepção vem sendo refutada e desconstruída. O cérebro humano ainda é um grande mistério, mas nada prova que uma diferença inata pode ser capaz de impedir que um homem exerça uma profissão considerada feminina, e vice-versa.

Existe profissão masculina e profissão feminina? A resposta é não, e os motivos você pode entender melhor ao longo do texto. Confira!

1. Homens e mulheres possuem capacidade para atuar em qualquer área

Existem diferenças entre o cérebro feminino e masculino, assim como existem entre homens e homens, e entre mulheres e mulheres. Nenhum cérebro é idêntico a outro, e as influências socioculturais são responsáveis por grande parte de nossas habilidades de trabalho.

A tendência a desvalorizar profissões consideradas femininas, não contratar mulheres em determinadas áreas, ou acreditar que elas merecem salários menores que os dos homens é prejudicial para a sociedade como um todo, pois retarda seu desenvolvimento, aumenta a desigualdade e incentiva os preconceitos.

2. Visões diferentes são essenciais em qualquer profissão

Perfis diferentes significam habilidades complementares. Isso vale para todo tipo de diferença, mas no caso da divisão entre os sexos, esse ponto precisa ser destacado. Devido à forma de criação e às tradições sociais que vigoram em nossa sociedade, homens e mulheres aprendem a ver o mundo de formas diferentes, o que é uma grande vantagem no universo profissional – afinal, quanto mais habilidades distintas forem aplicadas em um projeto, maiores serão as chances de sucesso.

3. Os exemplos comprovam: o gênero não determina o sucesso profissional

As mulheres hoje estão no comando de grandes empresas, fazendo sucesso em áreas de tecnologia – apesar de estas ainda serem ocupadas predominantemente por homens. Elas são líderes nos mais diversos setores, e já provaram que o gênero não impede o sucesso em nenhum aspecto. Entretanto, preconceitos ainda dificultam essa jornada, e um dos grandes desafios das mulheres na atualidade é justamente superá-los.

Os homens também já atuam em posições consideradas essencialmente femininas e, igualmente, demonstram que nenhum fator biológico impede que seu desempenho esteja dentro do que a profissão exige.

Ainda há um grande caminho a ser feito antes que se possa afirmar que a igualdade entre homens e mulheres no mercado de trabalho de fato existe, no entanto, não há dúvidas de que muitos passos já foram dados. Para as mulheres, é fundamental acreditar que são capazes de se tornar grandes líderes e que podem atuar em qualquer área, afinal, não existe profissão feminina e profissão masculina. Lembre-se desses “porquês” sempre que alguém te questionar sobre seu cargo ou sobre a profissão que você escolheu.

Quer colaborar para que mais pessoas fiquem por dentro do assunto? Compartilhe este texto nas suas redes sociais!

Compartilhar.

Sobre o Autor

Vanessa Sabioni

Graduada em Egenharia Agrônoma e Mestre em Fitopatologia pela Universidade Federal de Viçosa – MG. Atualmente cursa o MBA em Marketing ministrado pela Esalq-USP. CEO e Fundadora da Rede Digital AgroMulher.

Deixe Seu Comentário