segunda-feira, agosto 20

Plataforma mostra com precisão a melhor hora de vender o boi, considerando o peso e o preço do animal

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Um software que indica o momento certo para vender o boi de confinamento, com dados precisos de peso, idade e cobertura de gordura do animal, somados aos preços nos mercados físico e futuro e custos de produção, pode elevar consideravelmente a lucratividade do pecuarista. Desenvolvido pela @Tech, agtech do Vale do Piracicaba, o BeefTrader é uma plataforma inédita para este tipo de operação, que materializa com exatidão a tomada de decisão do produtor.

Colocado no mercado recentemente, o BeefTrader é uma ferramenta de pecuária de precisão, que foi desenvolvida durante três anos de pesquisa, com investimentos de R$ 1,5 milhão.

A solução monitora o boi com pesagens toda vez que o animal bebe água e por meio de imagens. Paralelamente, dados de mercado são inseridos no sistema e cruzados com as informações individuais de cada animal. Dessa forma, o BeefTrader calcula e indica o melhor momento para negociar as cabeças uma a uma. “O animal é pesado até 800 vezes durante a operação de aproximadamente 100 dias. Hoje, sem a tecnologia, o boi é pesado somente duas vezes, quando entra no confinamento e quando vai para o abate”, explica Tiago Albertini, diretor da @Tech.

A plataforma é mobile e o produtor pode monitorar o rebanho a todo momento e em tempo real. O software também pode ser utilizado pelos frigoríficos, para saber com antecedência a qualidade dos animais que vão adquirir e planejar melhor as compras e a logística.

De acordo com Albertini, o investimento por cabeça é pequeno frente ao aumento considerável da lucratividade do rebanho. “Garantimos que todos os animais vão dar lucro no final da operação. Acabamos com o chamado boi ladrão.” O ROI (retorno sobre o Investimento) do BeefTrader é de até 15 vezes.

@Tech

A @Tech – Inovações Tecnológicas para a Agropecuária é uma agtech – startup do agronegócio –  situada no Vale do Piracicaba (AgTech Valley). A empresa nasceu incubada na Esalqtec – incubadora tecnológica da Esalq/USP e hoje é residente do Pulse – hub de inovação do agronegócio da Raízen.

Tem o objetivo de criar soluções de pecuária de precisão, baseadas em pesquisas científico-tecnológicas, para que produtores, indústrias e instituições ligadas ao agronegócio tenham mais informações e conhecimento para apoio na tomada de decisão de seus negócios, visando lucratividade, segurança alimentar, qualidade e respeito ao meio ambiente.

Quer saber mais? Acesse: http://www.techagr.com/

Compartilhar.

Sobre o Autor

Flávia Romanelli

Jornalista com mais de 20 anos de experiência. Atualmente é consultora de comunicação da Ello Agronegócios, empresa de gestão e pesquisas do Agro.

Deixe Seu Comentário