Não confie na sua memória, ela acaba traindo você!

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Outro dia uma cliente minha se esqueceu da sessão que havíamos agendado. Algumas semanas antes ela teve dificuldades com algumas ações que ela mesma havia definido e considerado como importantes, mas acabou esquecendo.

“Eu vou lembrar!”. Vai mesmo?

Provavelmente isso já aconteceu com você também! Certo?

Bem, antes que eu também me esqueça, você pode assistir tudo o que vai encontrar nesse texto (e um pouco mais) ou pode continuar sua leitura – se preferir assim – clicando nesse vídeo AQUI.

POR QUE NÃO CONFIAR NA SUA MEMÓRIA?

Você lembra quando as pessoas tinham orgulho de dizer que sabiam de cabeça o número dos telefones dos seus contatos? Parente, amigo, colegas de trabalho… Você já conheceu alguém assim? Hoje, praticamente, ninguém faz isso. Mas demorou até as pessoas entenderem que não faz sentido guardar essas informações na memória.

Entendemos que é muita gente com celular – alguns com mais de um número – a quantidade de algarismos, a troca de números… é muita informação. Então, não faz sentido memorizar esse tipo de coisa se temos a agenda de contatos do celular, certo?

Da mesma forma, temos inúmeras tarefas a fazer. Então, por que então ainda insistimos em querer gravar na memória informações que vão durar menos que um número de telefone?

Na maioria das vezes teremos realizado uma tarefa, não precisando mais lembrar dela, mais rápido que o tempo em que um contato nosso mudaria de número de telefone.

Falei que você não deve confiar na sua memória, porque ela trai você, porque sobrecarregamos, exigimos demais da memória em um mundo com informação demais. É por isso que ela trai você, porque está sobrecarregada. E nos enganamos achando que vamos lembrar de tudo, mas não vamos.

COMO RESOLVER ISSO?

Simples, comece a usar uma agenda. Mas use de verdade, para tudo, assuntos pessoais ou profissionais, até porque você é uma pessoa só. Fica complicado se dividir em várias agendas, utilizando locais diferentes para registrar seus compromissos.

Eu gosto muito da Agenda do Google, está sempre comigo no computador ou no celular (hoje é difícil estarmos sem celular). Nela você pode criar agendas diferentes, mas deixar todas em exibição para não sobrepor compromissos e não enlouquecer tendo que estar em dois lugares ao mesmo tempo.

Cada vez que assumir algo para fazer sozinho ou compromisso com alguém, cada vez que lembrar de algo que precisa fazer: se quer realmente que seja realizado, defina imediatamente o dia e a hora; e coloque na agenda, e pronto. Não precisa se preocupar mais com aquilo e a sensação de ter tirado algo da cabeça é maravilhosa, é um alívio. Tudo o que precisará fazer é ter o hábito de conferir, ao final do dia, por exemplo, a agenda do dia seguinte. Isso pode ser facilitado colocando um alarme diário no celular.

Sem carregar esse peso de coisas que “não pode esquecer de fazer” você terá a mente livre:

– Para novas ideias

– Para achar soluções mais rápidas para problemas

– Para estar verdadeiramente presente onde estiver de corpo e mente!

E o que mais desejar.

E então, quando você vai começar a organizar sua nova agenda?

Veja artigos relacionados no portal:
A importância da rotina
Funções administrativas: Planejamento

Compartilhar.

Sobre o Autor

Leandro Passos

Atua como Coach de Carreira e Alta Performance, ajudando pessoas sobrecarregadas e sem tempo a realizarem seus mais importantes projetos profissionais e pessoais, tendo ainda mais tempo para quem amam.

Deixe Seu Comentário