Lançamento Intacta 2 Xtend® possibilita ao produtor um manejo inteligente da soja

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

A multinacional alemã mostra na prática e no campo que sua nova biotecnologia pode ajudar o produtor a vencer os desafios da região do Paraná, como o controle da buva e das lagartas

A Bayer promoveu em Bela Vista do Paraíso (PR), os Encontros I2X – que consistem em visitas de produtores brasileiros aos campos de teste da nova tecnologia em soja, a Intacta 2 Xtend®. As áreas de teste estão sendo cultivadas em 254 propriedades de sojicultores selecionados para o programa Eleitos I2X, nas principais regiões produtoras do país.

O objetivo dos encontros é mostrar in loco a performance da tecnologia e apresentar o manejo inteligente como forma de potencializar seu principal benefício: o aumento de produtividade.

As operações dos Eleitos I2X estão sendo realizadas com equipamentos da Case IH, marca da CNH Industrial, que, no mês de agosto, firmou uma parceria com a Bayer para o fornecimento de máquinas para o plantio, tratos culturais e colheita das áreas de ensaio.

INTACTA 2 XTEND®

Terceira geração de biotecnologia em soja desenvolvida pela Bayer, a Intacta 2 Xtend® proporciona maior proteção contra as principais lagartas da cultura da soja, expandindo seu escopo de defesa contra mais duas espécies relevantes (Helicoverpa armigera e Spodoptera cosmioides), somadas às quatro que já eram alvo da tecnologia Intacta RR2 PRO®.

De acordo com o engenheiro agrônomo e gerente de sementes da Cooperativa Integrada, Romildo Birelo, um dos experts que tem acompanhado as etapas I2X na região do Paraná, o produtor do norte do estado tem uma dificuldade maior em controlar lagartas da soja, principalmente a Falsa-medideira e a Broca das axilas.

“A ampliação da atuação para mais duas espécies é uma mudança importante, que veio em um momento oportuno, já que a Spodoptera cosmioides tem migrado cada vez mais das lavouras de milho para a soja” – Romildo Birelo.

COMO FUNCIONA A TECNOLOGIA

A tolerância ao dicamba, um herbicida pós-emergente com décadas de desempenho comprovado em todo o mundo, é outro grande benefício da nova biotecnologia Intacta 2 Xtend®.

Podendo ser aplicado no pré-plantio e na pós-emergência da cultura, o dicamba apresenta alta eficiência no controle de plantas daninhas de folhas largas, como a buva, caruru, corda-de-viola e picão-preto, que causam um impacto relevante na produtividade das lavouras de soja no país e são difíceis de serem controladas com outros herbicidas disponíveis hoje no mercado.

“A buva hoje é um dos grandes problemas dos sojicultores paranaenses. O produtor tem encontrado muitos desafios no controle dessa daninha e a Intacta 2 Xtend®, por sua forte atuação em folhas largas, vem para facilitar o seu dia a dia, complementando o portfólio de ferramentas disponíveis para trazer mais produtividade para as propriedades da região”.

Para Birelo, o primeiro lançamento de biotecnologia da Bayer para o mercado de soja, a RR, conseguiu uma grande adesão dos produtores do oeste do Paraná, mas não com o pessoal do norte do estado, devido às suas características. Situação que se inverteu na segunda tecnologia lançada pela empresa, a Intacta.

“Com base em todo esse cenário e no histórico de lançamentos da Bayer para a evolução da soja no Brasil, nossa expectativa é muito grande em relação à nova tecnologia Intacta 2 Xtend® e aos inúmeros benefícios que ela trará para o produtor e para toda a cadeia agrícola”.

Experiência I2X

Durante os dias de campo nas propriedades dos Eleitos I2X, em período de plantio da safra, a empresa tem demonstrado as boas práticas para um manejo inteligente. “A Bayer se preocupa em oferecer uma solução completa e integrada para o agricultor. Não é apenas a qualidade do produto, mas também o suporte de uma equipe de campo altamente qualificada, um amplo programa de treinamento e capacitação para toda a cadeia produtiva, além do respaldo de diversos trabalhos junto a acadêmicos, fundações e parceiros da indústria de agroquímicos e tecnologia de aplicação para obtermos as melhores recomendações para a tecnologia”, explica Fábio Passos, gerente de lançamento da nova plataforma na Bayer.

A ideia do projeto é proporcionar uma experiência completa — do plantio à colheita — registrada e acompanhada por meio do Climate FieldView, ferramenta de agricultura digital da Bayer. Com a ferramenta, será possível estabelecer protocolos de operação para obtenção do melhor desempenho da plataforma Intacta 2 Xtend® nos campos.

Esse monitoramento é possível pois todas as máquinas que estão sendo utilizadas nas operações das áreas de ensaio fazem parte do portfólio da Case e são compatíveis com o sistema digital da Bayer, proporcionando um grande volume de dados. “Investimos constantemente em tecnologia, seja em nossos produtos ou serviços, para que o produtor rural possa bater recordes de produtividade na soja, e em outras culturas, ano após ano. É assim que o Brasil assumirá importante papel na produção mundial de alimentos”, conclui.

Depois de passar pelo Paraná, com a capacitação de mais de 800 pessoas apenas no primeiro momento, os dias de campo seguem, ainda este ano, para outros grandes polos produtores do país, como Rio Grande do Sul, Goiás, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Bahia, reunindo um público aproximado de 10 mil produtores rurais para ver na prática quais as boas práticas que permitirão o máximo proveito dessa novidade.

“Ao combinar sementes de alta tecnologia, químicos eficientes e o uso de equipamentos e acessórios adequados para dar suporte à aplicação, o produtor será capaz de alcançar um novo patamar de produtividade de soja, com índices acima da média já registrados pelo mercado”, afirma Fábio Passos.

São diversas frentes para maximizar a experiência do produtor com a nova plataforma. “Estamos trabalhando mais uma vez em parceria com a cadeia e com o agricultor, e levando a informação com transparência para o campo, como sempre fizemos, para que o cliente possa contar com esse conjunto de soluções integradas da Bayer, que proporcionará mais qualidade, rentabilidade e sustentabilidade para sua lavoura e o levará ao que temos chamado de ‘a nova era da soja’”, finaliza.

O lançamento comercial está previsto para a safra 2021/22 e depende da aprovação dos países que são os principais importadores do grão brasileiro.

Saiba mais sobre a tecnologia, acesse o site oficial clicando AQUI.

VOCÊ PODE SE INTERESSAR POR LER TAMBÉM:

PRODUTOS BIOLÓGICOS GANHAM ESPAÇO NA AGRICULTURA BRASILEIRA E DEVEM MOVIMENTAR US$ 5 BI EM O TODO MUNDO EM 2020

A BIOTECNOLOGIA E SUA IMPORTÂNCIA PARA O SETOR AGRÍCOLA BRASILEIRO

MOLÉCULA INÉDITA NO BRASIL PARA CONTROLE DE PRAGAS DA SOJA E DA CANA-DE-AÇÚCAR É REGISTRADA PELA IHARA

Texto: Assessoria de imprensa Bayer

Foto: Ricardo Rollo / Divulgação Bayer

Compartilhar.

Sobre o Autor

Paôla Mírian

Estudante de Agronomia, estagiária em marketing, conteúdo e SEO no Agromulher.

Deixe Seu Comentário