segunda-feira, agosto 20

Encruzilhada: Momentos de Decisão na Vida

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

“Há um momento na vida de cada homem em que a decisão que ele toma ajuda a abrir o caminho para o seu destino. É nessa encruzilhada, sem saber o que há na frente, que é feita uma escolha capaz de influenciar todos os acontecimentos seguintes.” Mario Puzo – escritor ítalo-americano

Tem momentos em que a vida nos encurrala, e nos deixa de frente a uma encruzilhada. São problemas, medos, decisões difíceis a serem tomadas, perdas, frustrações…Nessas encruzilhadas você não encontra dois belos caminhos a serem escolhidos e trilhados. A encruzilhada tem de um lado uma longa ponte, e do outro um penhasco.

Se atravessar a ponte o seu caminho será longo, exigirá uma grande caminhada. Já pelo penhasco será fácil, exigirá um único movimento, e depois que se jogar a seu corpo será levado penhasco abaixo sem o menor esforço da sua parte. Você tem escolha: você atravessa uma ponte, ou se joga no penhasco.

Na encruzilhada olhe bem os dois lados e atravesse a ponte. Não queira rolar o penhasco, por ser mais fácil, rápido e exigir somente o movimento de se jogar. Depois da queda você vai acabar engessado. E é exatamente assim que ficamos quando deixamos nossos problemas, medos, inseguranças e erros tomarem conta de nossos pensamentos e atos: engessados.

Essa paralisia, o não fazer nada além de se deixar cair, é o maior inimigo do ser humano. Talvez seja mais cômodo rolar o penhasco de uma vez, aceitar um gesso que vão lhe colocar devido às quebraduras e ficar assim, esperando que façam por você e torcendo para que um dia os ossos se unam novamente. Mas essa situação nada produz, a não ser dor, peso e tédio.

A ponte tem um trajeto geralmente longo, você precisa atravessá-la com as próprias pernas e sem muletas. No caminho, muitas vezes é preciso parar, rever seu foco, reavaliar, recobrar seu fôlego, mudar hábitos e atitudes para poder seguir. Mas lá do outro lado estará você, seu sonho realizado, sua amplitude de consciência, sua sabedoria, sua evolução. Olhando para trás verá a encruzilhada que o fez decidir, e a ponte que o levou até o momento presente. E se olhar para frente, verá que aprendeu a lição, e que ao invés de uma só ponte encontrará várias outras que o levarão por caminhos ainda mais produtivos e gratificantes.

Estarei sempre torcendo para que você atravesse saltitando e com sabedoria todas as pontes que aparecerem em sua vida! E jamais permita se jogar ou ser jogado em qualquer penhasco, por menor que ele seja!

Compartilhar.

Sobre o Autor

Luisa Comin

Psicanalista em formação, pós graduada em Gestão de Negócios, com formação em Success Factor Modeling – Modelagem dos Fatores de Sucesso e Programação Neurolinguística – Nível Practitioner.

Deixe Seu Comentário