quinta-feira, novembro 15

Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) para o Campo

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Vivemos em um mundo globalizado, de complexas redes de mercado e estruturas climáticas variáveis. Para tanto, nós técnicos e extensionistas devemos fomentar a difusão de uma metodologia de trabalho diferenciada, adaptada ao cenário em que as propriedades agropecuárias estão inseridas. Diagnóstico Produtivo Individualizado, Planejamento das Atividades Agropecuárias, Adequação Tecnológica e Sistemática para boas práticas agrícolas dentro das Empresas Rurais e na Agricultura Familiar são alguns dos produtos e serviços demandados atualmente pelo campo.

O serviço de assistência técnica e extensão rural é a ponte entre a produção de conhecimento e a produção agropecuária. Os técnicos e extensionistas desenvolvem, junto com os produtores, principalmente o pequeno, meios para que ele incorpore ao dia a dia as pesquisas realizadas nas universidades e nas indústrias. O Brasil é líder mundial na utilização de tecnologia agrícola, mas ela não é uniformemente distribuída em todas as propriedades agropecuárias. Há uma enorme carência de profissionais especializados para disseminar todo o conhecimento que o Brasil adquiriu com pesquisa e tecnologia.

O baixo acesso a assistência técnica e extensão rural é um dos principais fatores de baixa disseminação de soluções tecnológicas economicamente viáveis no campo.  De acordo com último censo agropecuário do IBGE, de 2006, as ações no setor rural são ainda muito baixas. Existe uma enorme lacuna para a atuação aos “antigos” técnicos e engenheiros agrônomos, devemos nos reinventar e nos adaptar constantemente, capacitando adequadamente a mão de obra do campo para o novo cenário que se inicia no mundo agro.

http://mmvillaca.wixsite.com/a-chave-verde
https://www.facebook.com/solucoeschaveverde/

Compartilhar.

Sobre o Autor

Marianna Villaça Batista

Engenheira Agrônoma formada pela Universidade Federal de Viçosa – UFV, possui MBA Executivo em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas – FGV. Seu portfólio atualmente é na área de sustentabilidade para o meio rural, atuando como agente de assistência técnica e gerencial do Projeto Rural Sustentável, uma parceria de cooperação técnica que tem como o executor e gestor financeiro o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Possui uma experiência agrícola consolidada na área operacional/administrativa, presta consultoria e ministra cursos e palestras para o empresariamento do profissional do campo. É Professora Universitária do Curso de Agronomia da Faculdade Presidente Antônio Carlos de Teófilo Otoni/MG – UNIPAC TO.

Deixe Seu Comentário